terça-feira, 20 de março de 2007

MORTE DE PIOLA É TEMA NO PLENÁRIO DA ALEAM



O líder do Partido Verde na Assembléia Legislativa do Estado, deputado Ângelus Figueira, lamentou profundamente a perda do ex-zagueiro do Fast Clube de Manaus e da Seleção do Amazonas, um dos grandes ídolos do futebol local, Zequinha Piola, ocorrido na manhã de ontem, na cidade de Porto Alegre.

Segundo Ângelus Figueira, Zequinha Piola, era filho de família tradicional em Manaus, principalmente, na área do futebol profissional, irmão mais novo dos ex-atletas profissionais Edson Piola e Antônio Piola, que, chegaram a dar muitas glórias para o Estado do Amazonas, durante as décadas de 60 e 70.

Zequinha Piola morreu em um dos hospitais da capital gaúcha quando fazia um transplante de rim. O ex-jogador de futebol do Fast Clube não resistiu à cirurgia e morreu 30 minutos depois dos médicos terem dado início ao transplante no centro cirúrgico.

Lembrou o líder do PV que, Zequinha Piola estava em busca de tratamentos médicos, há dois anos em Porto Alegre, onde tinha recebido apoio moral dos familiares e amigos. Neste espaço de tempo, o ex-zagueiro do Fast Clube de Manaus lutou desesperadamente para tentar uma reabilitação, mas infelizmente não conseguiu êxito.

Ângelus Figueira se colocou à disposição da família Edson e Antônio Piola, para que o corpo do ex-ídolo da torcida tricolor possa ser transladado para a cidade de Manaus a fim de que seja providenciado o sepultamento do ex-jogador amazonense.

Aos familiares da vítima, o líder do Partido Verde externou os seus pêsames. O enterro do ex-atleta amazonense deverá acontecer, hoje, no Cemitério de São João Batista, em Manaus.


(publicado hoje, no jornal O Estado do Amazonas)

Nenhum comentário: